Music of my life

Começo por dizer que não tenho fotos da noite de ontem, até porque não foi muito boa...mas nem me apetece falar disso [não aconteceu nada de grave, não se preocupem!].


Estive a pensar nos CD's que me marcaram e me acompanharam nestes últimos 23 aninhos, alguns ouvindo mesmo desde  miúda. É engraçado como ainda hoje vibro ao ouvir as músicas, e como algumas são ainda as bandas que continuo a ouvir. Eis a lista [ainda que possivelmente me tenha esquecido de alguns. Sem qualquer ordem de preferência] :

[1992] Ace of Base - The sign | Ouvi este albúm tantas vezes na minha infância que hoje é impossível não gostar dele.

[1998] Silence 4 - Silence becomes it | Este albúm marcou a minha entrada na adolescência (está tudo dito, right?!)

[1992] 4 Non Blondes - Bigger, Better, Faster, More | Quando era miúda dizia que queria ser como a Linda Perry (a vocalista) então punha-me em frente ao espelho a cantar (a inventar) as músicas deste cd.

[1999] Dover - Late at night | Este albúm recorda-me grandes tempos da minha adolescência, principalmente o meu 9º ano, altura em que descobri esta banda.
[1997] Silverchair - Freak Show | Um cd que marcou também a minha adolescência, particularmente o ano de 2003, em que fui ao meu primeiro festival (Paredes de Coura), e em que andava viciada neste albúm.

[1999] Slipknot - Slipknot | Este é sem dúvida o com mais história. Primeiro odiei, depois entranhei. Apaixonei-me tanto por esta banda que os fui ver ao Rock in Rio 2004. E nunca me senti tão feliz.

[1998] Hole - Celebrity Skin | Hole, e particularmente este albúm, marcaram-me muito. Comecei a definir a minha personalidade,a aceitar-me uma mulher forte, independente e rebelde mas com tantas vulnerabilidades.

[2000] Pantera - Reinventing the Steel | A primeira vez que ouvi a música Cemetery Gates arrepiei-me até aos ossos. Nunca uma música me tinha feito sentir assim.

[1991] Metallica - Black Album | Metallica é o gosto por música composta, música mais elaborada. Um início de uma outra fase musical. Delirei em 2004 no RiR.

[1991] Nirvana - Nevermind | Pronto, chegámos ao ponto crítico. Podia ficar aqui dias e dias a tentar explicar porquê este amor por esta banda. Comecei na adolescência, mas ainda hoje me identifico com a rebeldia e incorformidade, com os gritos a plenos pulmões, com as guitarras simples mas cheias de musicalidade, com a mente tão cheia de pensamentos e a vida em turbilhão.

[1999] Red Hot Chilli Peppers - Californication | O meu paizinho trouxe-me de Lisboa o que eu lhe pedi. E eu fiquei tão feliz que até chorei. Os baixos vibrantes, a alegria do funk misturado neste rock, a voz doce do Kiedis, a balada Porcelain que ouvia no quarto com as luzes todas apagadas...

[2003] Pitty - Admirável Chip Novo | Uma vez mais o rock no feminino, e cantado em Português. Aquilo que eu sou.



Lanço-vos aqui o desafio. Façam vocês também a vossa lista e depois avisem-me para eu as ver, pode ser?
Todos nós somos seres musicais (uns mais outros menos), com uma música para cada momento da vida!

2 effects:

Sara e Inês disse...

Ainda me lembro quando ia para vossa casa e mal entrava logo musica as maiores alturas :o aahaha

Catherine disse...

Red Hot = <3

Já tá mesmo a sair o novo albúm...yey!!:))

 

Twitter Updates

Meet The Author